Faça parte da minha lista de e-mails e acompanhe todas as atualizações!

Depressão, a Doença da Alma.


Não é frescura ou falta de vontade, precisamos ter muito respeito para essa doença! Por isso a pessoa que está com a doença depressão precisa de muita compreensão, carinho, atenção, paciência dos amigos e principalmente da família.

Diferente do momentâneo estado de tristeza, a depressão caracteriza-se por um conjunto de sintomas:

Desanimo, desesperança e pessimismo, angustia, tristeza continua, falta de energia, irritabilidade, inquietação, diminuição de libido, insônia ou sonolência excessiva, falta de sentido de vida, perda ou ganho de apetite, pensamento sobre morte ou suicídio.

Existem alguns tipos de depressão e podem ser de intensidade leve, moderada ou grave; sendo que em todos os casos merecem atenção e tratamento.

É uma dor na alma, na qual a pessoa não tem controle, uma tristeza que vem acompanhando por longo período.

Não adianta falar para a pessoa que está com depressão para ela ver as coisas boas da vida, ou que isso vai passar, ou tentar levar ela para um passeio achando que vai melhorar porque não vai. Não é falta de vontade.

É um momento em que é necessário “desabar” pra crescer.

Desde pequenos vamos aprendendo à assumir responsabilidades e algumas mascaras sociais para atender as necessidades da vida. As vezes ficamos presos nessas mascaras e com isso vamos perdendo aspectos da nossa essência (alma), sendo assim perdendo o sentido da vida e ficando infelizes.

Por isso o auto conhecimento é muito importante. Perceber em que momento você deixou sua essência, e não está alinhado com seu propósito de vida,

Pode ajudar se questionar:

Qual o sentido dessa minha existência?

Estou vivendo ou sobrevivendo?

A depressão pode ocorrer em qualquer fase da vida: na infância, adolescência, maturidade e velhice. Ela pode ser desencadeada quando a pessoa passa por algum trauma, morte, dificuldades na vida e existe também o fator genético.

O tratamento consiste em procurar um Psicólogo e Psiquiatra. É importante os dois profissionais trabalharem juntos, porque não adianta só tratar o sintoma (doença), tem que ser tratado a causa (psicoterapia).

A medicação é importante porque vai agir quimicamente no cérebro, proporcionado um bem estar, enquanto isso as sessões com o psicólogo vai ajudar a escutar a dor do sofrimento psíquico.

Se você quer se curar, é necessário que você se comprometa com a cura, e para isso é necessário que você se comprometa a fazer as mudanças que a doença está te mostrando.

"O sofrimento precisa ser superado, e o único meio de superá-lo é suportando-o." - Carl Jung

Guarulhos, São Paulo - Psicóloga Claudete Carvalho

#depressão #terapia #psicoterapia #psicólogaemguarulhos

Posts Destacados
Posts Recentes
Siga na Redes Sociais
  • Facebook Long Shadow
  • Instagram Social Icon
  • RSS Social Icon
Procure por Tags
Nenhum tag.